AGENDA SEMANAL 26/11/2014

CARTA SEMANAL - POLÍTICA 26/11/2014

CARTA SEMANAL - POLÍTICA - Há um Joaquim Levy para a política?

Assim que o nome de Joaquim Levy surgiu no noticiário como o quase certo novo ministro da Fazenda, o cenário econômico para o novo governo Dilma se desanuviou. Com a economia a caminho de ser recolocada nos trilhos, resta agora à presidente fazer o mesmo com a política. Infelizmente para ela não há disponível no mercado um Joaquim Levy para cuidar da área política, ou seja, alguém que consiga do dia para a noite criar expectativas mais otimistas para o cenário político. Mas Dilma, também na política, está saindo da inação que caracterizou os primeiros momentos pós-eleitorais. Assim como fez na economia, na política ela está igualmente seguindo a trilha conservadora. Na economia, a saída conservadora foi a guinada ortodoxa e fiscalista. Na política, é prestigiar o velho e bom PMDB.

Leia mais

ESTUDOS MCM 27/11/2014

ESTUDOS MCM - Impacto dos investimentos da Petrobras sobre o PIB

ESTUDOS MCM - Impacto dos investimentos da Petrobras sobre o PIB

Leia mais

OPINIÃO MCM 14/11/2014

As ominosas implicações da cizânia

O clima esquentou essa semana em Brasília, com as declarações de Gilberto Carvalho sobre a incapacidade de diálogo do governo e a carta-demissão da ministra da Cultura, na qual Marta Suplicy pede mudanças nos rumos da política econômica. A nosso ver, é significativo que do Ministério da Cultura venha uma grita direcionada à heterodoxia da política econômica. A cizânia é inegável, lulistas e dilmistas se alinhavando em fileiras opostas no campo de batalha. E as implicações desse clima de confronto são, infelizmente, bastante relevantes, principalmente no âmbito da política fiscal. Segue-se daí, e aqui adiantamos nossa conclusão, que a aparente gordura nas taxas de juros de mercado pode na verdade ter vindo para ficar.

Leia mais